Confira as 5 principais diferenças entre Pix, TED e DOC!

Você sabe quais são as diferenças entre Pix, TED e DOC? Se costuma fazer muitas transferências bancárias, então fique atento. Afinal, o sistema de transferências mudará até o fim de 2020 e isso afetará a sua vida consideravelmente.

Você já deve conhecer a TED e o DOC. O primeiro é o sistema de Transferência Eletrônica Disponível, enquanto o segundo é o Documento de Ordem de Crédito. Ambos são sistemas de transferências bancárias, mas com características diferentes.

Quer saber mais sobre eles e entender as diferenças entre Pix, TED e DOC? Então siga a leitura do artigo abaixo!

1. A disponibilidade é um fator que diferencia estes três meios de transferência

O grande benefício que o Pix traz para o público nacional é a sua disponibilidade. Isso significa que as transferências podem ser feitas 24 horas por dia, 7 dias por semana, 35 dias no ano, inclusive sábado, domingos e feriados.

Já em relação à TED ou ao DOC, existem alguns limites para os horários dessas transações. Ambos estão disponíveis para serem utilizados somente em dias úteis (de segunda a sexta, sem contar feriados) e entre às 6h e 17h para TED e 6h as 20h30 para o DOC.

Isso mostra como o Pix trará uma melhoria para as pessoas, pois será possível fazer transferências e até mesmo pagamentos em qualquer horário, dia útil ou não. Esta novidade tende a facilitar bastante a vida das pessoas, garantindo menor inadimplência, pois não será necessário esperar para se fazer um pagamento, e maior agilidade na entrega de compras feitas online, por exemplo, já que a compensação será instantânea.

2. O prazo para o dinheiro ser transferido é bem diferente entre cada método

Outro dos grandes benefícios que o Pix traz para os usuários é o fato de oferecer pagamento instantâneo aos usuários. Graças à arquitetura montada para isso pelo Banco Central, será possível fazer transferência e pagar contas em qualquer horário, qualquer dia e com confirmação em poucos segundos.

Já a TED e o DOC funcionam de maneira bem diferente. O primeiro costuma levar em torno de 90 minutos para que a transferência seja confirmada e o dinheiro caia na conta destino. Assim, a transferência pode ser finalizada no mesmo dia ou somente no dia útil seguinte.

Já o DOC leva mais tempo. É necessário um dia útil para a confirmação da transferência e a liberação do dinheiro em conta. No entanto, se programado após às 20h30, poderá levar até 2 dias úteis.

3. Os usos de cada método de pagamento são diferenciados também

Enquanto a TED e o DOC têm utilização mais limitada, servindo para transferir dinheiro entre contas de bancos diferentes, o sistema do Pix foi pensado para agilizar ao máximo todo o tipo de transação financeira. Por isso, ele pode ser usado para transferir dinheiro entre contas, entre bancos, para uma empresa, para um órgão da Administração Pública e mais. Até mesmo empresas utilizarão o sistema para pagamentos entre elas.

4. A forma de pagamento é um fator de diferença entre Pix, TED e DOC

Como foi criado para ser mais fácil de usar, o Pix conta com diversas formas de utilização, todas elas bem simples. Basicamente, o sistema pede que cada usuário envolvido tenha uma chave cadastrada, que pode ser o seu CPF/CNPJ, e-mail, número do celular ou até mesmo uma chave aleatória, além da possibilidade de geração de um QR Code com os dados da transferência. Não é preciso nada mais do que isso para colocar o sistema em uso.

Quando quiser fazer uma transferência, basta saber a chave do destinatário e pronto, você será capaz de enviar o dinheiro. Isso facilita bastante para quem quer ter mais privacidade ou evitar golpes.

A TED e o DOC, por sua vez, solicitam alguns outros dados, como número de banco, agência e conta de quem vai receber o dinheiro, além de CPF ou CNPJ.

Além disso, o usuário recebedor também pode gerar um QR Code com as informações para pagamento, simplificando a transação.

5. O custo de cada sistema de pagamentos é diferente

A princípio, o Pix deve ser o sistema mais barato por ter custos muito reduzidos. A TED já é gratuita em alguns bancos e contas digitais, mas pode custar até R$ 30 dependendo da instituição bancária e canal da transação. O DOC também tem custos variáveis, mas as taxas costumam acompanhar o valor da TED.

Pronto! Agora você já sabe as principais diferenças entre Pix, TED e DOC. Com estas informações, já está pronto para quando a mudança de sistema chegar em novembro.

Se você gostou de saber mais sobre o Pix, não pare sua leitura por aqui. Aproveite para ficar por dentro de outros conteúdos como este, confira todos os Destaques ABC Brasil e descubra quais são as principais tendências do mercado nacional e internacional!

Siga o Banco ABC Brasil nas redes sociais — Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.