debêntures incentivadas

Entenda o que são debêntures incentivadas e como funcionam

Você já ouviu falar das debêntures incentivadas? Com a amplitude do acesso às melhores opções na hora de investir, o brasileiro passou a contar com diversas opções. Afinal, as facilidades tecnológicas e o amparo de informações de qualidade permitiram que seu patrimônio não só contasse com segurança, mas também trouxesse boas rentabilidades.

No momento de escolher os melhores títulos, papéis ou ativos para investir, é interessante ter várias opções em mãos. Neste conteúdo, apresentaremos essa opção, presente no universo das debêntures.

Se você deseja dominar o assunto, continue a leitura!

O que são debêntures incentivadas?

É necessário, periodicamente, que as empresas captem recursos. Eles podem ser usados tanto no financiamento de projetos quanto em diversos outros pontos de sua estratégia. Nessa hora, as debêntures incentivadas — que são um dos tipos existentes desse investimento — são bastante úteis.

Elas dizem respeito a títulos de renda fixa emitidos por organizações. A Lei 12.431 criou e regulamenta as debêntures incentivadas de infraestrutura em 2011, sendo interessante conhecê-las para garantir o máximo de informações quanto possível sobre o assunto.

Contudo, a seguir, apresentaremos alguns elementos relevantes e relativos a essa modalidade de aplicação, permitindo que você se aproxime de seu conceito.

Como funcionam as debêntures incentivadas?

De modo a saber se essa opção é ou não ideal no seu caso, é imprescindível entender de que maneira ela funciona. Agora que você já sabe que o dinheiro “emprestado” a uma companhia será pago, no vencimento do título ou em datas pré-definidas, com juros, confira informações extras e referentes a esse veículo de investimento!

Isenção tributária

As debêntures incentivadas são isentas de Imposto de Renda (IR) e Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para investidores enquadrados como pessoa física. A isenção é uma grande vantagem desse tipo de aplicação. O nome “incentivada”, inclusive, é dado uma vez que o governo busca aquecer a prática no país, considerando sua importância.

Segurança

Por serem títulos corporativos estruturados, é comum que esses investimentos sejam considerados seguros. Eles são bastante famosos entre os perfis conservadores, mas também abordam os moderados e arrojados. Em todo caso, é importante saber que não há cobertura por parte do FGC, o Fundo Garantidor de Crédito, ao contar com essa opção.

Prazo e rentabilidade

Além dos pontos citados, é relevante citar que as debêntures incentivadas são usadas, comumente, em planos de longo prazo. Afinal, têm prazos de vencimento maiores do que outros tipos de debêntures, como as não isentas (média de 4 anos). Sua rentabilidade é diferenciada, uma vez que é atrelada a uma taxa prefixada somada, por exemplo, ao IPCA.

O que são os papéis incentivados e quais suas vantagens?

debêntures incentivadas

Compreendidas as principais características das debêntures incentivadas, é hora de aprofundar os conhecimentos no investimento em si. Em primeiro lugar, é interessante entender o que são papéis incentivados.

No início deste conteúdo, falamos sobre a captação de recursos por parte das empresas. Na intenção de realizá-la, as companhias emitem papéis públicos. Ou seja, eles representam nada além do que títulos de dívidas. Diferentemente dos papéis vistos em ações, o investidor não se torna sócio da organização — mas sim uma espécie de credor.

Mas será que existem benefícios nessa atitude? Bem, caso os seus objetivos estejam alinhados com as características apresentadas ao investir, algumas vantagens podem ser obtidas. Confira!

Isenção de tributos

É importante reforçar esse ponto. Afinal, ele permite que o investidor desfrute por completo dos retornos auferidos. Em comparação com outros ativos não isentos, isso significa que não haverá desconto regressivo sobre os lucros, otimizando os resultados. Em especial ao falarmos de prazos maiores, essa é uma grande vantagem.

Retorno sobre investimento

Ao investir em ações, por exemplo, o investidor se torna acionista do negócio. Por mais que essa ideia possa significar bons ganhos, também representa responsabilidade em relação aos resultados ruins. Esse não é o caso das debêntures incentivadas. Ao apostar nelas, as chances de aproveitar apenas os pagamentos e quitações se tornam maiores.

Vasta gama de opções

Estamos falando de títulos de renda fixa emitidos por organizações, certo? O Brasil conta com mais de 19 milhões de empresas. Mesmo que nem todas elas possam oferecer debêntures incentivadas, os altos números de negócios ativos permitem que o investidor conte com grandes oportunidades de escolha.

Diversificação

A diversificação é fundamental para qualquer investidor. Ela traz equilíbrio e segurança ao patrimônio aplicado — além de auxiliar na conquista mais ágil dos objetivos. Ao contar com as debêntures incentivadas, é possível que o investidor amplie com maior aproveitamento seu portfólio de investimentos, unindo-as, por exemplo, a boas opções de CDBs ou LCAs.

Existem desvantagens?

Apresentados os benefícios dessa opção, não é surpreendente que os investidores busquem por possíveis malefícios. Afinal, seu patrimônio está em jogo — e é preciso estar atento. Conforme dito, essas debêntures são consideradas opções seguras. Contudo, é importante dizer que existe o chamado risco de crédito por trás delas.

Esse risco diz respeito à capacidade da empresa em questão de honrar com o pagamento do “empréstimo”. Uma vez que o investimento não é coberto pelo FGC, é possível que o investidor se preocupe com esse ponto, ou seja, com a possibilidade de não receber o que investiu acrescido dos devidos juros.

Porém, é interessante saber que existe uma forma de prever a confiabilidade de uma debênture incentivada antes mesmo de investir nela. Para otimizar sua escolha, basta analisar seu Rating. Essa espécie de nota, dada em termos da segurança do investimento, é pontuada por agências de todo o mundo e pode tranquilizar o investidor.

As debêntures incentivadas são opções válidas ao que desejar alcançar planos e sonhos no futuro sem comprometer a segurança de seu patrimônio. De modo a saber se elas se encaixam em suas necessidades, é fundamental avaliar seu perfil de investidor, delimitar metas de longo prazo e estar atento às informações trazidas neste artigo. Com elas em mãos, encontrar opções que se adéquam à sua carteira será uma tarefa simplificada.

Se você deseja saber ainda mais sobre esse veículo de investimento, não deixe de conhecer a ABC Brasil! Distribuímos os títulos corporativos estruturados descritos neste conteúdo e, além disso, contamos com segurança e agilidade em nossos processos 100% online. Conte conosco!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.