flight to quality

Flight to quality: descubra o que é esse fenômeno e quais são seus impactos

Em períodos de incerteza, pode ser difícil encontrar oportunidades. Nesse cenário, os investidores tendem a optar por investimentos mais conservadores. Essa reação do mercado nos períodos de volatilidade é chamada de flight to quality.

Traduzida como voo (ou fuga) para a qualidade, o objetivo é saber como investir na crise. Assim, é possível construir o portfólio de maneira mais acertada e encontrar oportunidades.

Para entender melhor, neste post, explicamos o que é esse fenômeno e como ele impacta seus investimentos. Acompanhe!

O que é flight to quality?

O flight to quality acontece em períodos de crise e sinaliza a fuga de investidores da alocação em aplicações mais arriscadas para outras mais seguras. Essa movimentação é derivada da volatilidade do mercado e das incertezas econômicas.

Também chamada de flight to safety, o propósito da estratégia é reduzir as potenciais perdas dos mercados instáveis e voláteis. Por isso, os investidores costumam sair das ações e migrar para títulos públicos e privados da renda fixa, por exemplo.

Assim que o cenário de crise acaba, as decisões são revisadas. Portanto, há mudanças na alocação de ativos e readequações para atingir as metas de investimento traçadas.

Para caracterizar como flight to quality, é preciso que o movimento seja coletivo. Por isso, é um padrão de comportamento ocasionado por uma sinalização de forte alta ou queda. Ou seja, sempre em que ocorre uma incerteza econômica.

Como o flight to quality funciona?

Normalmente, essa estratégia está associada a períodos de bear market. Esse termo indica uma situação de queda geral da bolsa.

No entanto, também pode acontecer em outros contextos. Por exemplo, quando investidores deixam seus investimentos em países considerados de alto risco e mudam para mercados mais consolidados.

Por isso, o flight to quality se refere a um padrão de comportamento dos investidores. Além do mais, costuma ser gerado por fatores que impactam os mercados globais. Por exemplo, a falência de um grande banco ou um colapso corporativo.

Para resumir o funcionamento e o que é essa estratégia, basta verificar a explicação do site Investing Anwers: “o flight to quality é o ato de movimentação do capital dos investimentos ‘arriscados’ em direção aos investimentos ‘seguros’ devido à incerteza sobre a economia geral”.

Quais são os impactos desse fenômeno?

flight to quality

O flight to quality busca proteger o capital dos investidores em cenários de crise. Por isso, ele tem alguns impactos. Na verdade, eles também podem ser entendidos como consequências. Veja quais são eles e entenda o por quê.

Comportamento de rebanho

O comportamento de rebanho — ou efeito manada — é uma das causas do voo para a qualidade. Como o período é de crise e ampla volatilidade, uns investidores copiam os outros. Isso aumenta ainda mais a oscilação de preços devido à relação entre oferta e demanda.

Esse também é o motivo pelo qual o flight to safety tende a estar relacionado ao bear market. Afinal, a redução de preço gera uma debandada geral dos ativos mais voláteis para aqueles mais conservadores.

Mudanças de ações

Os investidores encontram volatilidade no mercado financeiro — isso é normal. Até mesmo porque ele funciona em ciclos. O problema está no aumento excessivo dessa oscilação de preços. Nesse caso, a busca é por redução dos riscos nas carteiras de investimentos.

Porém, é importante entender que essa ação impacta a rentabilidade geral da carteira. Por isso, a diversificação de investimentos sempre é recomendada.

Mudanças de ativos

A carteira de ativos é fortemente modificada no cenário do flight to quality. Como o objetivo é proteger o patrimônio, os investidores saem das ações e migram para os títulos da renda fixa. Isso porque os últimos são mais seguros, conservadores e têm mais “qualidade” durante períodos de crise.

Ainda assim, é importante ter cuidado com a rentabilidade geral dos ativos da carteira. Nesse momento, é feita a escolha por um retorno menor como priorização da segurança. Porém, depois, pode ser feito o rebalanceamento.

Como se comportar durante os tempos de crise no mercado financeiro?

Nos cenários de volatilidade excessiva, é importante adotar algumas boas práticas. Para começar, o investidor deve saber que as oscilações de preços são comuns. Portanto, nem toda situação desse tipo leva ao comportamento de rebanho.

Investidores experientes já reconhecem esse cenário. No entanto, aqueles iniciantes podem se deixar levar. Ainda existem outras recomendações. Veja quais são elas.

Avalie como a volatilidade afetará a rentabilidade e o preço dos títulos

Por mais que o flight to quality seja causado por uma instabilidade, ela pode ter características diferentes. Por exemplo, a crise sanitária do coronavírus impactou fortemente o mercado. No entanto, suas consequências foram diferentes de uma turbulência financeira. Dois efeitos foram:

  • aumento dos depósitos em bancos, especialmente, os pequenos e médios;
  • preferência de boa parte dos investidores brasileiros pela renda variável.

Ou seja, nem toda crise levará ao flight to quality, apesar da tendência ser essa. O ideal é analisar o comportamento do mercado.

Conheça os ativos comumente beneficiados pelo flight to quality

Entre os principais ativos voltados para a proteção do patrimônio está o ouro. Ele é considerado um dos mais seguros e valorizados do mercado. Por isso, até pode gerar alguns ganhos em caso de crise.

Além dele, outro ativo que tende a apresentar bom resultado é o dólar. A moeda estadunidense é a mais forte do mundo. Portanto, a tendência é de sempre se valorizar em relação ao real.

Entenda que flight to quality não é hedge

Ante a definição de flight to quality, muita gente pode achar que é uma estratégia de hedge. Afinal, o foco é a proteção do patrimônio. No entanto, os dois conceitos são diferentes.

O primeiro consiste em um movimento coletivo. Por isso, é caracterizado pelo comportamento de manada. Enquanto isso, o segundo é uma decisão individual e racional, com o propósito de evitar perdas.

Como uma empresa especializada pode ajudar?

Ao investir e ter o apoio de consultores e profissionais especializados, há mais chance de encontrar oportunidades na crise. Esses especialistas são os mais relevantes quando você está com receio sobre o futuro do mercado.

Isso porque eles ajudam a construir uma estratégia para lidar com a volatilidade. Nesse processo, seus objetivos também são considerados. Portanto, é fundamental operar com um banco de investimentos qualificado e com experiência.

Dessa forma, o flight to quality é apenas mais um cenário, e você pode ter certeza da decisão que tomará. Isso significa que pode seguir o restante dos investidores ou mudar seu caminho. Qualquer que seja a escolha, vale a pena contar com a análise de um consultor especializado.

E você, achou interessante saber mais sobre esse termo do mercado financeiro? Aproveite e siga nossos perfis nas redes sociais para continuar se atualizando. Estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.