qual o melhor investimento hoje no brasil

Investimento a longo prazo: quais as melhores opções?

Pergunte qual o melhor investimento hoje no Brasil para qualquer economista e a resposta será: “para qual contexto?”. Afinal de contas, existem variações em relação ao período, perfil do investidor e muito mais. Tudo isso afeta a resposta dessa questão. Para quem quer um investimento a longo prazo, por exemplo, a resposta pode ser uma. Para quem quer a curto, pode ser outra.

Assim, a pergunta sobre “qual o melhor investimento hoje no Brasil?” está incompleta. Ela deve vir acompanhada de um “para mim?” ao final. Em resumo, o melhor ativo para você não é o mesmo para outra pessoa, já que os dois podem ter perfis e objetivos diferentes.

Quer aprender como escolher o melhor investimento a longo prazo para seus objetivos? Então, siga a leitura do nosso artigo!

O que considerar ao analisar um investimento a longo prazo?

Para determinar qual o melhor investimento hoje no Brasil para você ou sua carteira é importante analisar alguns fatores. Afinal, são esses elementos que ajudarão a determinar se a aplicação é ou não compatível com o seu objetivo pessoal. Veja quais são os fatores mais importantes:

Prazo

Praticamente todas as aplicações financeiras têm uma data de vencimento, com exceções de ações e outras aplicações de renda variável. É essencial comparar esses prazos para poder entender qual é o mais adequado para a sua meta pessoal.

Além disso, é importante analisar quais investimentos permitem liquidar a aplicação antes do vencimento em caso de emergência.

Risco

Quando se quer investir a longo prazo, o risco é um fator a ser considerado. Em primeiro lugar, ele tende a ser menor, pois há menos volatilidade que em aplicações curtas. Ou seja, há tempo para recuperar, caso alguma coisa dê errado. Ainda assim, é importante analisar os perigos de cada alternativa. Geralmente, as aplicações de Renda Fixa são vistas como as mais seguras, mas isso depende da proteção do FGC e da classificação de risco de quem emitiu o título.

Perfil

O perfil do investidor importa bastante na hora de escolher qual o melhor investimento hoje no Brasil para você. Para quem é mais conservador e rejeita riscos, o mais aconselhado são os títulos de Renda Fixa. Para os moderados, Fundos de Investimento são boas opções. Já quem tem perfil agressivo pode se interessar por ações escolhidas via análise fundamentalista.

Acompanhamento

A facilidade para acompanhar um investimento a longo prazo deve ser considerada também ao determinar qual o melhor investimento hoje no Brasil para sua carteira. Afinal, pode ser que os frutos da aplicação demorem anos para chegar.

Normalmente, investimentos de Renda Fixa não exigem manutenção nenhuma, enquanto Fundos de Investimento e ações podem solicitar algum acompanhamento básico.

Como montar uma boa estratégia ao investir?

Antes de falarmos sobre as opções de investimento a longo prazo da nossa lista, veremos como montar uma estratégia para aplicar o seu dinheiro com sucesso. Confira abaixo algumas dicas para você se orientar em seu processo:

Tenha uma reserva de emergência

Se você quer fazer um investimento a longo prazo, precisará ter alguma segurança financeira. Afinal, muitas opções desse tipo não contam com grande liquidez e exigem que o dinheiro fique aplicado por anos. Ou seja, você não poderá usar esse valor no futuro próximo.

Por isso, é importante ter uma reserva de emergência para se proteger enquanto seu dinheiro está aplicado em algum lugar. Essa reserva deve ter o valor aproximado de 3 a 6 meses dos seus gastos mensais, além de estar aplicada em alguma opção de liquidez diária e que proteja o valor dos efeitos da inflação.

Qual o melhor investimento hoje no Brasil? Com base no que apresentamos até aqui, é possível afirmar que o CDB, atrelado à inflação com liquidez diária, é uma ótima opção. Fundos de Renda Fixa também são interessantes, caso tenham bom histórico de rendimento.

Faça investimentos a curto e médio prazo também

Você quer montar uma estratégia de investimento a longo prazo e isso é muito válido. Afinal de contas, essas abordagens tendem a dar muitos frutos positivos depois de 10, 15 anos, especialmente para quem quer construir um patrimônio e se aposentar.

No entanto, faça algumas aplicações de curto e médio prazo também. Isso permitirá que você aproveite algumas oportunidades incríveis que só passam na sua frente poucas vezes em sua vida.

Qual o melhor investimento hoje no Brasil para curto e médio prazo? Por enquanto, a Bolsa de Valores e a Renda Variável são as melhores opções para isso, junto das criptomoedas.

Faça uma boa alocação de ativos

Escolher os ativos que investir é um dos pontos-chave da sua estratégia. O ideal é ter uma seleção balanceada, que ofereça proteção e potencial de ganho dentro do seu perfil de investidor, além de liquidez para você sair das posições quando quiser.

Uma boa alocação de ativos deve respeitar a regra da diversificação de investimentos. Segundo Harry Markowitz, criador do Modelo de Markowitz, o ideal é ter uma carteira de investimentos com 15 a 20 ativos, de modo a reduzir os riscos não-sistêmicos ao mínimo possível sem pulverizar seu dinheiro.

Tenha uma estratégia baseada em objetivos

Por fim, usar uma estratégia de Goal Based Investing, ou seja, Investimento Baseado em Metas, é uma ótima maneira de montar sua carteira de investimentos para ter sucesso.

O Goal Based Investing é uma abordagem que foca mais em atingir metas específicas (por exemplo, alcançar R$ 1 milhão de patrimônio em 20 anos) do que em obter o melhor lucro possível no período.

Nesse caso, importa um pouco menos qual o melhor investimento hoje no Brasil e sim qual a melhor opção para atingir uma meta específica dentro de um prazo determinado, independentemente do rendimento de outros ativos.

Qual o melhor investimento hoje no Brasil a longo prazo?

qual o melhor investimento hoje no brasil

Agora que já vimos quais fatores considerar ao selecionar um investimento a longo prazo, é hora de conhecer algumas boas opções no mercado. Quando falamos de períodos maiores, existe uma boa variedade de opções a escolher.

Aqui no Brasil, a experiência histórica diz que investir na Renda Fixa é o melhor a fazer a longo prazo. Basta ver como o CDI rendeu o dobro da Bolsa desde o lançamento do Plano Real.

No entanto, dá para montar uma boa carteira com opções de Renda Fixa e Variável para compor sua estratégia de investimentos a longo prazo. Abaixo, selecionamos uma lista de aplicações que podem ser interessantes quando você fizer um rebalanceamento de carteira. Veja quais são:

LCI e LCA

As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e do Agronegócio (LCA) se destacam por ser investimentos de Renda Fixa muito interessantes no curto e longo prazo. Elas são emitidas por bancos com base nos empréstimos que eles fazem para o mercado imobiliário ou para o agronegócio.

O rendimento desses títulos pode ser pré-fixado (com uma taxa definida no momento da aplicação) ou pós-fixado, com rentabilidade atrelada a uma porcentagem do CDI ou ao IPCA.

As LCIs e LCAs podem ter um prazo de vencimento girando ao redor de até cinco anos. A parte boa é que podem ter um rendimento otimizado pelo fato de não incidir Imposto de Renda sobre os seus ganhos.

Fundos DI

Os Fundos DI são opções de investimentos muito comuns, pois os bancos costumam apresentar essa alternativa para formar a reserva de emergência dos investidores. Basicamente, os Fundos DI são Fundos de Renda Fixa e investem, no mínimo, 80% de seu patrimônio em ativos desse tipo.

Normalmente, o objetivo desse tipo de fundo é acompanhar ou superar a taxa CDI. Dessa forma, o investidor pode deixar o seu dinheiro rendendo indefinidamente e, quando precisar recuperá-lo, pode resgatar a sua cota no fundo.

Fundos de Ações

Os Fundos de Ações são ótimas opções de investimento em Renda Variável. Eles permitem uma gestão profissional para o patrimônio do investidor. Por isso, são usados com frequência por quem tem perfil moderado ou agressivo.

O objetivo desses fundos é superar algum benchmark do mercado, sendo o Ibovespa o mais comum deles. Entretanto, podem existir outros índices usados como parâmetro.

Como os Fundos de Ações são administrados por gestores profissionais, o risco tende a ser um pouco menor e o acompanhamento é mais facilitado também. Além disso, o ganho potencial é maior, embora o risco também seja.

CDB

Os CDBs são Certificados de Depósito Bancário emitidos por bancos. Em outras palavras, são títulos de Renda Fixa que bancos e entidades financeiras emitem para captar dinheiro no mercado.

O rendimento deles pode ser pré-fixado ou pós-fixado (atrelado ao IPCA ou CDI) e o mínimo para investir tende a ser pequeno.

Por isso, os CDBs podem não ser a resposta da pergunta “qual o melhor investimento hoje no Brasil?” para muita gente, mas definitivamente estão na carteira de quase todos os investidores do país. Afinal, são versáteis, confiáveis e com boa lucratividade.

Tesouro Direto

Os títulos do Tesouro Direto são o investimento a longo prazo mais popular do Brasil. Afinal, são títulos da Dívida Pública pagos pelo Tesouro Nacional, que é o pagador mais confiável do mercado. Ou seja, o risco de calote é mínimo. Existem dois títulos que são particularmente interessantes a longo prazo: o Tesouro IPCA+ e o Pré-fixado.

O primeiro é interessante porque tem rendimento atrelado à inflação e longuíssimo prazo. Portanto, pode garantir rendimentos acima do IPCA por 30 anos, por exemplo.

Já o Pré-fixado é muito interessante em momentos em que a Selic apresenta valores altos. Isso porque o Tesouro Pré-fixado tende a ter remunerações maiores e pode manter esses valores mesmo que a Selic venha a cair depois.

Criptomoedas

O ano de 2020 foi um dos melhores para as criptomoedas na História. O Bitcoin, principal exponente desse tipo de ativos, fechou o ano com rendimento de 270%, um crescimento incrível. Outras criptomoedas também tiveram um ótimo ano. A Ethereum, por exemplo, se valorizou em 373%.

Assim, 2021 apresentou-se como um ano de muitas oportunidades para os adeptos dos criptoativos. Ainda falando do Bitcoin, a moeda se valorizou mais de 125% em 4 meses, antes de ter uma queda significativa.

No entanto, essa derrapada representa uma ótima oportunidade para quem quer comprar o ativo desvalorizado e alavancar seus lucros. Afinal, a expectativa é que cada vez mais criptomoedas se tornem reservas de valor interessantes.

A longo prazo, uma aplicação em Bitcoin, Ethereum ou outros criptoativos do tipo podem ter resultados gigantescos. Além disso, o investimento em 10 anos, por exemplo, protege o investidor das variações constantes que esses ativos sofrem em intervalos pequenos.

Fundos Imobiliários

Os Fundos Imobiliários são opções de investimento muito interessantes para quem quer aplicar seu dinheiro a longo prazo. Eles são divididos em três categorias específicas:

  • Fundos de Tijolo: são fundos que contam com imóveis, como shoppings, centros logísticos, torres residenciais e comerciais ou galpões industriais em seus portfólios. Eles ganham com a valorização desses imóveis, mas também com o pagamento de aluguel mensal;
  • Fundos de Papel: são fundos que compram títulos de dívida e outras aplicações ligadas ao setor imobiliário. Eles permitem os investimentos em LCIs específicas;
  • Fundos de Desenvolvimento: são fundos cujo portfólio é focado em imóveis sendo construídos. São mais arriscados (por causa da execução da obra e possibilidade de não vender ou alugar o local), mas tendem a ter retornos maiores.

Além de ter a tendência de render bem a longo prazo, os Fundos Imobiliários ainda podem gerar renda recorrente mensal. Por isso, vale a pena considerar colocá-los na sua carteira.

Ações

Se investir em Fundos de Ação é passivo demais para você, talvez possa escolher comprar os papéis na Bolsa diretamente. Afinal, essa é uma ótima opção de aplicação a longo prazo.

Muitos investidores no Brasil entraram na Bolsa com a ideia de investir em Day Trade. Essa estratégia consiste na possibilidade de comprar e vender ações de alguma empresa no mesmo dia. Por exemplo, o investidor compra um papel da Petrobras de manhã e vende de tarde, após alguma variação.

Essa estratégia é de curtíssimo prazo e não nos interessa aqui em nossa lista. No entanto, apesar de ser a forma mais popular de investir em ações hoje em dia, ela não é a única. Warren Buffett que o diga.

O grande investidor americano fez a sua vida investindo com a estratégia Buy’n’Hold. Nessa abordagem, devemos fazer uma avaliação dos aspectos fundamentais da empresa e então decidir ou não comprar a ação. Enquanto o negócio for lucrativo e demonstrar potencial de crescimento, mantemos o papel na carteira, não importa quantos anos isso dure. Afinal, a ideia é que empresas bem-gerenciadas e com modelos de negócio de sucesso sempre darão lucro e crescerão a longo prazo, ainda que passem por um problema ou outro.

Agora que você já tem uma boa lista de aplicações a longo prazo, é importante ter em mente que não há como saber qual o melhor investimento hoje no Brasil. Cada ativo é mais ou menos interessante para um objetivo em específico. Além disso, é importante diversificar investimentos, criando um mix de ativos que seja compatível com o seu perfil.

Portanto, vale a pena pegar alguma coisa de Renda Fixa e outra de Renda Variável, navegar por mercados e segmentos diferentes até montar a carteira que faça mais sentido para você — e o Banco ABC Brasil pode ajudar!

Quer saber como? Então, acesse nossa página especial para investidores e conheça os ativos que temos para você!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.