ltn ou lft

LTN ou LFT? Entenda as diferenças e saiba em qual investir!

O mercado financeiro pode ser um pouco hostil com investidores iniciantes ou que necessariamente não conhecem todas as siglas ou termos usados. Por exemplo, você sabe o que é LTN ou LFT?

Talvez você não os conheça por esses termos, mas com certeza já ouviu falar neles. É possível até que tenha uma LTN na sua carteira de investimentos ou investido em uma LFT antes.

Quer saber o que são e como escolher entre LTN e LFT na hora de investir? Então siga a leitura do artigo abaixo até o fim!

O que é LTN e como funciona?

LTN é um título prefixado do Tesouro Direto. Isso significa que sua rentabilidade não está atrelada a nenhum indexador ou indicador econômico. Ou seja: não importa se a Selic sobe ou se o Índice IPCA desce, o seu rendimento será o mesmo.

Além disso, por ser um título público, conta com todas as garantias e estabilidade que o Tesouro Nacional pode oferecer.

O que é LFT e quais suas diferenças em relação ao LTN?

Ao contrário do LTN, o Tesouro Selic é um título público pós-fixado. Isso significa que o seu rendimento é atrelado a um indicador econômico. No caso, a Taxa Selic.

Por exemplo, no momento de publicação deste artigo, o rendimento de um título do Tesouro Selic com vencimento em 2025 é de 0,03% + a Taxa Selic. É por isso que é essencial acompanhar o mercado financeiro para entender onde investir seu dinheiro.

LTN ou LFT: quais as vantagens desses investimentos?

ltn ou lft

Para entender se vale ou não a pena investir em LTN ou LFT, é importante conhecer as vantagens dessas aplicações financeiras. A seguir, vamos indicar vantagens que ambos os títulos públicos compartilham. Depois, mostraremos vantagens apenas do LTN e apenas do LFT.

Confira!

São títulos fáceis de investir

Ao lado do CDB, os títulos públicos pós ou prefixados estão entre os mais fáceis de se investir. Hoje em dia, a maioria dos bancos e corretoras já oferecem essa modalidade de investimento.

São seguros

Os títulos públicos são emitidos e bancados pelo Tesouro Nacional, que é considerada a mais confiável instituição financeira do país.

Portanto, investir nesses títulos é o mais próximo possível de uma aplicação 100% livre de risco (que é algo que não existe).

Vantagens do LTN

Agora que já vimos pelo menos duas vantagens que ambos os títulos compartilham, é hora de ver o que difere o LTN do LFT.

Confira a seguir alguns dos benefícios de investir no Tesouro Prefixado!

Rendimento conhecido

O Tesouro Prefixado, quando levado até seu vencimento, tem o rendimento exato já conhecido no momento da aplicação.

Por isso, você sabe exatamente qual será o valor que receberá quando o prazo do investimento vencer (longo prazo).

Caso você queira resgatar esse título antes do seu prazo de vencimento, eles pode sofrer com algum risco de mercado e volatilidade no que diz respeito ao seu preço de negociação e recompra.

Isso acontece pelo que é chamado de marcação a mercado, que significa que o preço do título varia de acordo com oscilações econômicas. Se no momento do resgate o preço do título estiver abaixo do aquele pago inicialmente, o investidor terá uma perda. Já caso o cenário seja o oposto, o investidor também poderá ter ganhos mais expressivos ainda.

Tem mais disponibilidade de vencimentos

Atualmente, o Tesouro Prefixado conta com 3 opções de vencimentos para os investidores. No momento de publicação deste artigo, é possível comprar títulos para 2023 (médio prazo), 2026 e 2031 (longo prazo).

Permite gerar renda recorrente

Um dos benefícios de investir no Tesouro Prefixado é que existe uma opção de título que permite gerar cupons semestrais de renda. Exatamente: em vez de receber seu dinheiro somente de uma vez no fim do investimento, você recebe juros semestralmente.

Vantagens do LFT

Agora é hora de conferir algumas das vantagens de investir na LFT. Veja abaixo!

Tem alta liquidez

O Tesouro Selic tem alto impacto na dívida pública nacional. Isso porque ele está atrelado diretamente à taxa de juros básica da economia. Por isso, se o país precisa aumentar a Selic para conter a inflação, por exemplo, vai aumentar a sua dívida também.

Portanto, o Tesouro Nacional adota a política monetária de recomprar títulos LFT que estejam disponíveis no mercado para controlar sua dívida. Isso significa que há alta liquidez nesse investimento, o que faz dele uma excelente opção para sua reserva de emergência.

Como escolher entre LTN ou LFT?

Para escolher entre LTN ou LFT é importante estabelecer qual é a sua meta de investidor e quanto tempo disponível para acompanhar o mercado você tem. Normalmente, muitos investidores usam até os dois títulos públicos, um para cada estratégia.

E aí, aprendeu como escolher entre LTN ou LFT? Agora que você conhece os dois, tem mais flexibilidade para investir nessas opções. Uma das vantagens do Tesouro Direto é que é possível investir nele de forma online, com muita praticidade e em pouquíssimo tempo.

Se você já escolheu entre LTN ou LFT, abra agora mesmo a sua conta digital ABC Personal para investir nos títulos públicos!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.