perfil de investidor

Perfil de investidor: tire suas dúvidas sobre o assunto

Uma das coisas mais importantes que um investidor iniciante precisa antes de realizar a sua primeira aplicação é conhecer sua tolerância a risco. É isso que determina seu perfil de investidor, detalhe fundamental para garantir operações inteligentes de investimento.

Assim, uma vez que você tem consciência das possibilidades comuns das aplicações em que você escolhe investir, o inesperado deixa de ser motivo de preocupação. Afinal, se seus investimentos estiverem perturbando você, é sinal de que está fazendo aplicações de uma categoria fora do seu perfil.

Neste artigo, você vai conhecer tudo o que precisa saber sobre o perfil de investidor, quais são as aplicações recomendadas para cada tipo e como descobrir em qual perfil você se encaixa. Confira!

Por que é importante saber qual é o seu perfil de investidor?

Imagine que um dia você encontra um amigo, vocês se cumprimentam e então ele diz “estou muito contente. Fiz um investimento mês passado, e meu dinheiro já rendeu mais de 20%!”. Incrível, não é? Dá até vontade de investir nisso também.

No entanto, um ativo que tem um rendimento tão alto sempre guarda um risco proporcional. Nesse caso, você teria disposição de encarar a chance de perder uma parcela significativa do seu capital? Se não, quanto das suas economias você teria coragem de colocar em risco?

Conhecer esses detalhes da sua tolerância ao risco é fundamental. É isso o que determina seu perfil de investidor. Assim, você garante que suas operações de investimento sejam sempre baseadas em uma estratégia inteligente, e não em impulsos que podem te deixar desconfortável.

Quais são os tipos de investidor?

Perfil de investidor

Confira a seguir os três perfis de investidor do mercado e descubra qual é o seu:

Conservador

O investidor conservador é aquele que não tolera riscos. Portanto, ele está não disposto a colocar seu capital em grandes riscos, e não suportaria perder dinheiro em oscilações de mercado. Mas atenção: não investir em nada também é muito arriscado!

Afinal, sabemos que por conta da inflação, dinheiro parado perde valor e diminui seu poder de compra com o tempo. Portanto, suas aplicações preferidas são aquelas que, no mínimo, conservam o poder de compra do seu capital.

Moderado

Já o investidor de perfil moderado está disposto a abrir um pouco mais mão da segurança por rentabilidades maiores. Mas de forma nenhuma ele comprometeria uma parcela muito grande do seu capital.

Arrojado

Finalmente, o perfil de investidor arrojado é aquele que coloca parte significativa de seu capital em risco na busca por altas rentabilidades.

Isso não quer dizer, no entanto, que esse investidor não tenha consciência da possibilidade de prejuízo. Pelo contrário, o perfil arrojado é o que mais tem essa noção, especialmente porque é quem encara essa chance com mais frequência.

Contudo, a clareza sobre sua própria exposição aos riscos lhe confere maior domínio sobre seus investimentos. Isso é o que pode garantir seus retornos positivos.

Quais são os investimentos para cada tipo?

Como você pode notar, o perfil de investidor tem mais a ver com sua tolerância ao risco do que com o risco propriamente dito.

Investimentos conservadores

Como dissemos, o investidor de perfil conservador sempre quer garantir a proteção do seu capital, em detrimento de riscos maiores. Por isso, aplicações de maior liquidez, com rentabilidade atrelada a indicadores do mercado, como juros ou inflação, costumam chamar mais a atenção desse investidor. Confira alguns exemplos:

Investimentos moderados

Como os investidores moderados estão dispostos a se aventurar por aplicações um pouco mais arriscadas, já é possível considerar ativos sem garantia. Algumas alternativas que não são cobertas pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) podem oferecer potenciais margens de lucro:

Investimentos arrojados

Para o perfil de investidor arrojado, se uma alternativa tem verdadeiras chances de retorno sobre o risco, então pode ser uma boa opção. Nesta categoria, portanto, se enquadram algumas opções:

  • debêntures;
  • COEs;
  • ações;
  • fundos imobiliários;
  • fundos de ações;
  • mercado futuro;
  • mercado de opções.

Investimentos alternativos

Vale ressaltar que, muito mais que a categoria, os riscos devem ser medidos sobre um ativo específico. Existem fundos, por exemplo, com altos índices de retorno, mas com uma oscilação intensa de rentabilidade, tratando-se, portanto, de uma alternativa arrojada de investimento.

Mas, com conhecimento, um investidor experiente é capaz de transformar um ativo tido como arriscado em uma operação segura. É o caso do hedge de ações, por exemplo, em que se compra os ativos de uma empresa juntamente com uma opção de venda no mercado de opções. Assim, estabelece-se um limite seguro para o risco de prejuízo.

Como descobrir em qual perfil você se encaixa?

Existem questionários disponíveis que podem ajudar você a identificar o seu perfil de investidor. Assim, você consegue avaliar seu próprio comportamento em relação a:

  • tolerância a riscos e perdas;
  • quantia investida;
  • período de aplicação;
  • liquidez do ativo;
  • razões de compra e venda.

Lembre-se de que o perfil não é estático. À medida que você aprende mais sobre o mercado e as estratégias de investimento, é possível que se sinta mais seguro para arriscar quantias maiores. Dessa forma, você pode também experimentar outras aplicações de investimento.

Suitability

De qualquer maneira, por norma da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), as instituições devem aplicar um questionário a seus clientes investidores para determinar seu perfil de investimento. Dessa forma, a corretora pode oferecer somente os produtos que melhor se adéquam ao seu perfil.

Essa é uma boa maneira de adquirir consciência sobre qual tipo de investidor você é. Você pode agora mesmo abrir gratuitamente sua conta no ABC Personal e preencher seu suitability. O resultado do questionário é válido por dois anos. Caso você já invista pelo ABC Personal, não se esqueça de conferir a validade da sua avaliação.

Agora você já sabe o que é e como determinar seu perfil de investidor. Lembre-se de que tudo se trata de tolerância ao risco. Assim, conforme você aprende a investir, torna-se mais apto a enfrentar desafios maiores e, portanto, mais tolerante — e o seu perfil varia de acordo.

Gostou de aprender sobre o perfil do investidor? Então, não perca tempo e descubra qual é o seu! Acesse agora mesmo a página de cadastro do ABC Personal e preencha seu suitability para saber que tipo de investidor você é.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.