Pix para empresas: oportunidades e mudanças

Você já é praticamente um perito em Pix, portanto, chegou a hora de entender como preparar a sua empresa para aderir a essa nova opção de pagamento. Além de ficar em dia com o seu cadastro e acompanhar de perto o calendário de inauguração, é importante ajudar o seu público a entender essa mudança.

Para que o Pix realmente seja vantajoso para o seu negócio, é importante que os seus clientes estejam cientes dessa nova opção e que saibam como utilizá-la. Por isso, considere enviar um e-mail informativo, uma explicação por aplicativo de mensagens ou mesmo postar algumas orientações nas suas páginas em redes sociais.

Para democratizar um serviço tão interessante é preciso, antes de mais nada, levar informação para as pessoas. Sendo assim, mantenha-as atualizadas sobre a novidade, explique como elas podem realizar o cadastro e até mesmo utilizar o serviço.

Se possível, distribua informativos pelo espaço físico da empresa e converse com todos os colaboradores sobre o que vai mudar com a nova forma de pagamento. Assim, sua empresa estará preparada para se beneficiar ao máximo dessa oportunidade.

Quais os impactos do Pix no mercado financeiro?

Em geral, as fintechs com toda a sua tecnologia e até mesmo operações automatizadas roubaram a cena nos últimos anos, deixando os robustos sistemas bancários comendo poeira em diversos aspectos. Agora, essa situação vai experimentar uma certa mudança.

Com o novo serviço do Pix, os sistemas financeiros mais tradicionais terão um reforço para que possam competir de forma mais equilibrada no mercado. Quem ganha com isso são os lojistas e consumidores.

De modo geral, isso pode mudar a forma como nos relacionamos com o dinheiro, provocando impactos expressivos no mercado. Com o Pix, a possibilidade das cédulas de dinheiro perderem a relevância é grande.

Muitos países já buscam reduzir a significância do dinheiro físico no dia a dia. Não é difícil perceber isso dando uma rápida olhada na forma como a maioria das suas contas pessoais ou mesmo as da empresa são pagas hoje. Se compararmos com a maneira como o dinheiro era utilizado há dez ou vinte anos, então, esta transformação se torna ainda mais perceptível.

Porém, estas não são as únicas mudanças que vão ocorrer com a entrada do Pix no mercado. Com uma opção tão acessível, fácil, prática e segura de pagamento, as administradoras de cartão serão pressionadas a adotar novas medidas para se manterem competitivas, seja através de novas ofertas de benefícios para justificar suas cobranças ou mesmo a redução de taxas.

Com os dados recentes e a melhoria da economia, é preciso lembrar que os lojistas ainda terão outro bônus em mãos: assim como os descontos por compras à vista e em dinheiro, eles também poderão fazer ofertas exclusivas para quem pagar com o Pix. Com isso, quem não aderir ao serviço terá que se virar para manter a competitividade.

Como o Pix contribui para a retomada econômica?

Com a pandemia pelo novo Coronavírus, toda a economia experimentou uma boa chacoalhada. Diversos setores foram bastante impactados com o fechamento temporário do comércio e alguns não conseguiram sequer voltar a abrir as portas.

Mesmo durante a época de isolamento social, foi perceptível a necessidade de desmistificar algumas ideias sobre a automação e reconhecer o importante papel que ela desempenha. Muitas pessoas passaram a utilizar transações digitais como meio de reduzir o risco de exposição ao vírus, já que, dessa forma, as operações podem ser realizadas de casa.

Com o Pix, as pessoas que têm receio de ir até os caixas eletrônicos sacar dinheiro em meio à pandemia, por exemplo, haverá uma alternativa: pagar diretamente ao lojista como se fosse em cédulas. Isso também ajuda a movimentar a economia de maneira mais dinâmica, acelerando o consumo e as vendas.

Para a população desbancarizada, seja por não serem aceitas pelos bancos ou pelas taxas cobradas pelos serviços bancários, o Pix também poderá se tornar uma forma segura de pagar as contas sem, necessariamente, ter que recorrer aos recursos tradicionais. Com essa parcela da população comprando ainda mais ativamente, a economia tende a dar uma guinada.

Logo, as ferramentas digitais ganharam ainda mais importância na definição do sistema bancário e financeiro do Brasil. Isso é algo que vai perdurar mesmo após o cenário de COVID-19. Os investimentos em redução de burocracia, taxas mais competitivas e assim por diante devem ser mantidos e aperfeiçoados daqui para frente.

O resultado é uma população mais confiante nos seus sistemas de pagamento e realmente mais seguras ao realizar transações, sejam de centavos ou grandes quantidades de dinheiro. Do outro lado, as empresas também ganharão com isso e é exatamente esse dinamismo que vai ajudar a retomar a economia.

Uma coisa é certa: a movimentação de dinheiro vai se tornar muito mais barata. Esse é um movimento que existe há longa data para desenvolver tecnologias que barateiem os custos e a burocracia dos serviços bancários. Resta saber como isso vai afetar o volume de transações com outros meios de pagamento, como dinheiro, boletos e cartões, por exemplo.

Há alguns anos, a entrada dos cartões de crédito e débito também causaram certa desconfiança por parte dos consumidores. O surgimento de um método mais tecnológico costuma gerar um pouco de desconforto, especialmente se envolve o seu dinheiro, isso é normal. No entanto, com o uso do Pix no dia a dia, a tendência é que ele se torne o novo dinheiro em cédulas, como conhecemos hoje.

Se você gostou de saber mais sobre o Pix, não pare sua leitura por aqui. Aproveite para ficar por dentro de outros conteúdos como este, confira todos os Destaques ABC Brasil e descubra quais são as principais tendências do mercado nacional e internacional!

Siga o Banco ABC Brasil nas redes sociais — Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.